Pular para o conteúdo

Ansiedade e Pressão Psicológica: Como Enfrentar os Desafios de Fazer Concurso Público

Fazer concurso público é o sonho de muitas pessoas que buscam uma carreira estável, segura e bem remunerada. 

No entanto, para alcançar esse objetivo, é preciso lidar com a ansiedade e a pressão psicológica, que podem afetar o desempenho e a saúde mental dos candidatos. 

Neste artigo, vamos explicar o que é concurso público, quais são os desafios de fazer concurso público e como enfrentar a ansiedade e a pressão psicológica com dicas e estratégias.

O que é concurso público?

Concurso público é um processo seletivo que permite o acesso a emprego ou cargo público em um órgão, autarquia ou empresa pública.

Para participar de um concurso público, é preciso atender aos requisitos básicos e específicos de cada seleção, que podem variar de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego.

Os requisitos básicos são aqueles previstos na Lei 8112/90, que trata sobre o Estatuto dos Servidores Públicos, e incluem:

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado ou, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses;
  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e militares, se for o caso;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo ou emprego;
  • Possuir a escolaridade e a habilitação legal exigida para o cargo ou emprego;
  • Não ter sido condenado por crime contra a administração pública, nem ter sido demitido do serviço público por justa causa ou a bem do serviço público.

Os requisitos específicos são aqueles definidos pelo órgão ou entidade que realiza o concurso público, e podem incluir:

  • Experiência profissional na área de atuação;
  • Conhecimento de idiomas estrangeiros;
  • Registro em conselho ou órgão de classe;
  • Disponibilidade para mudança de cidade ou estado;
  • Outros critérios que sejam relevantes para o desempenho do cargo ou emprego.

[Publicidade]

Quais são os desafios de fazer concurso público?

Fazer concurso público não é uma tarefa fácil. 

Além de cumprir os requisitos, o candidato precisa se preparar para enfrentar a concorrência e a dificuldade das provas, que são os principais desafios de quem busca uma vaga na carreira pública.

A concorrência em concursos públicos é medida pela relação entre o número de inscritos e o número de vagas ofertadas. 

Quanto maior essa relação, maior é a disputa por uma vaga. 

Alguns concursos chegam a ter centenas ou milhares de candidatos por vaga, especialmente aqueles que oferecem salários elevados, cargos de prestígio ou oportunidades em diversas regiões do país.

A dificuldade das provas depende do nível de exigência da banca organizadora, do conteúdo programático, do grau de escolaridade e da especificidade do cargo ou emprego. 

As provas costumam envolver questões objetivas, discursivas, de múltipla escolha, de certo ou errado, de verdadeiro ou falso, entre outras modalidades. 

Além disso, podem haver outras etapas, como prova de títulos, prova oral, prova prática, teste de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social, entre outras.

[Publicidade]

Como enfrentar a ansiedade e a pressão psicológica?

A ansiedade e a pressão psicológica são sentimentos comuns entre os concurseiros, mas que podem prejudicar o desempenho e a saúde mental dos candidatos. 

A ansiedade é uma reação normal do organismo diante de situações de ameaça, perigo ou incerteza, que provoca sintomas como nervosismo, medo, preocupação, insegurança, taquicardia, sudorese, falta de ar, entre outros. 

A pressão psicológica é a sensação de cobrança interna ou externa para atingir um determinado resultado, que pode gerar estresse, frustração, culpa, baixa autoestima, entre outros.

Para enfrentar a ansiedade e a pressão psicológica, é preciso adotar algumas dicas e estratégias, como:

  • Planejar os estudos, definindo metas, horários, locais e materiais adequados, e seguindo um cronograma que respeite o seu ritmo e as suas prioridades;
  • Estudar com qualidade, focando no conteúdo programático do edital, revisando os assuntos periodicamente, resolvendo questões e simulados, e buscando fontes confiáveis de informação;
  • Cuidar da saúde física e mental, alimentando-se bem, hidratando-se, dormindo bem, praticando exercícios físicos, meditando, relaxando, fazendo pausas e lazer;
  • Controlar as emoções, respirando fundo, pensando positivo, visualizando o sucesso, acreditando no potencial, celebrando as conquistas, buscando inspiração e motivação;
  • Buscar apoio, contando com a ajuda de familiares, amigos, professores, mentores, psicólogos ou outros concurseiros que possam incentivar, orientar e apoiar;
  • Evitar comparações, distrações, excessos, perfeccionismo, pessimismo, autocrítica, entre outros fatores que possam atrapalhar o foco e a confiança.

[Publicidade]


FAQ Rápido

O que fazer na véspera da prova?

Na véspera da prova, o ideal é evitar estudar conteúdos novos ou complexos, pois isso pode gerar mais ansiedade e confusão. 

O melhor é fazer uma revisão leve e rápida dos assuntos mais importantes e mais cobrados, utilizando resumos, mapas mentais, flashcards, entre outras técnicas de memorização. 

Além disso, é importante cuidar da saúde física e mental, alimentando-se bem, hidratando-se, dormindo bem, relaxando, fazendo algo que goste, entre outras atividades que possam aliviar o estresse.

O que fazer no dia da prova?

No dia da prova, o ideal é chegar com antecedência ao local da prova, levando os documentos e materiais necessários, evitando imprevistos e contratempos. 

Além disso, é importante ler com atenção as instruções da prova, marcando as respostas com cuidado e conferindo o gabarito. 

Também é recomendado começar pelas questões mais fáceis, que se tem certeza da resposta, deixando as mais difíceis ou que demandam mais tempo para o final. 

Além disso, é preciso controlar o tempo, dividindo-o proporcionalmente entre as questões, reservando um tempo para a revisão final. 

Por fim, é preciso acreditar em si mesmo, confiando no conhecimento e na capacidade.

Como lidar com a frustração de não passar na prova?

Não passar na prova é uma situação que pode gerar frustração, tristeza, raiva, desânimo, entre outros sentimentos negativos. 

No entanto, é preciso encarar esse resultado como uma oportunidade de aprendizado e de crescimento, e não como um fracasso ou um fim. 

Algumas dicas para lidar com a frustração de não passar na prova são:

  • Aceitar os sentimentos, reconhecendo e expressando as emoções, sem se culpar ou se julgar;
  • Analisar os erros, verificando o que deu errado, quais foram as dificuldades, o que pode ser melhorado, o que pode ser mantido, o que pode ser mudado;
  • Buscar feedback, pedindo a opinião de pessoas que possam ajudar, como professores, mentores, psicólogos, entre outros, que possam dar dicas, conselhos, sugestões, elogios;
  • Traçar novas metas, definindo novos objetivos, novos planos, novas estratégias, novas ações, novos prazos
  • Continuar a estudar, mantendo a motivação, a disciplina e a confiança, sem desistir do sonho de passar em um concurso público.

[Publicidade]

Conclusão

Ansiedade e pressão psicológica são dois fatores que podem afetar negativamente os concurseiros, prejudicando o seu desempenho e a sua saúde mental. 

No entanto, com dicas e estratégias, é possível enfrentar esses sentimentos e superar os desafios de fazer concurso público. 

Com isso, é possível se preparar com eficiência e qualidade, aumentando as chances de passar em um concurso público e conquistar uma vaga na carreira pública. 

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. 

Boa sorte!

<< ANTERIOR | PRÓXIMO >>

Saiba Quando um Edital Sair

* indicates required

Intuit Mailchimp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *