Pular para o conteúdo

Os 7 Erros Mais Comuns na Hora de Escolher um Curso Preparatório para Concursos Públicos

Se você tem o sonho de conquistar uma vaga no serviço público, sabe que precisa se preparar bem para enfrentar a concorrência. 

Uma das formas mais eficientes de estudar é fazer um curso preparatório para concursos, que oferece conteúdo atualizado, professores qualificados e estratégias de aprendizagem.

Mas como escolher o melhor curso preparatório para concursos? 

Existem muitas opções no mercado, tanto presenciais quanto online, e nem todas têm a mesma qualidade e confiabilidade. 

Além disso, você precisa levar em conta suas necessidades, objetivos e preferências.

Para ajudar você nessa decisão, listamos os 7 erros mais comuns que os candidatos cometem na hora de escolher um curso preparatório para concursos públicos. 

Veja quais são eles e como evitá-los!

Erro 1: Não pesquisar a reputação da instituição

O primeiro erro que você deve evitar é escolher um curso preparatório sem pesquisar a reputação da instituição que o oferece. 

Afinal, você não quer investir seu tempo e dinheiro em um curso que não tem qualidade, credibilidade e experiência.

Para evitar esse erro, faça uma pesquisa na internet e veja o que os ex-alunos e os especialistas dizem sobre o curso. 

Verifique também o tempo de atuação da instituição, os resultados que ela já obteve, a regularidade da empresa perante os órgãos de registro e a história dos proprietários.

Se possível, visite as instalações do curso presencial ou acesse o site do curso online e veja como é a estrutura, a tecnologia, o atendimento e o suporte oferecidos. 

Assim, você poderá ter uma ideia da qualidade e da seriedade do curso.

Artigos Relacionados

Inteligência em Concursos – Prof Pier

Como Escolher o Melhor Curso Preparatório para Concursos Públicos: Descubra as Dicas do Prof. Pier para Avaliar a Qualidade, a Reputação e o Custo-Benefício dos Cursos

Erro 2: Não analisar o perfil dos professores

Outro erro comum é escolher um curso preparatório sem analisar o perfil dos professores que ministram as aulas. Você precisa saber se eles são capacitados, experientes e atualizados para ensinar as matérias que caem nos concursos.

Para evitar esse erro, procure saber quem são os professores do curso, qual é a formação acadêmica deles, quais concursos eles já foram aprovados, quais livros ou artigos eles já publicaram e como é a didática e a metodologia deles.

Você pode assistir a algumas aulas gratuitas ou degustação para ter uma noção do estilo e da qualidade dos professores. Além disso, você pode buscar depoimentos de outros alunos ou recomendações de outros concurseiros.

[Publicidade]


Erro 3: Não verificar a carga horária e o conteúdo programático

Um terceiro erro que você deve evitar é escolher um curso preparatório sem verificar a carga horária e o conteúdo programático que ele oferece. 

Você precisa saber se o curso tem a duração adequada e se aborda todas as matérias que você precisa estudar.

Para evitar esse erro, compare o conteúdo programático do curso com o edital do concurso que você pretende fazer. 

Veja se o curso abrange todos os tópicos exigidos, se aprofunda nos assuntos mais importantes e se atualiza conforme as mudanças nos editais.

Verifique também se a carga horária do curso é compatível com o seu tempo disponível e com o seu ritmo de aprendizagem. 

Lembre-se de que nem sempre um curso mais longo é melhor do que um curso mais curto. 

O que importa é a qualidade e a eficiência do curso.

[Publicidade]


Erro 4: Não considerar o formato e a modalidade do curso

Um quarto erro que você deve evitar é escolher um curso preparatório sem considerar o formato e a modalidade que ele oferece. 

Você precisa saber se o curso é presencial ou online, se é ao vivo ou gravado, se é individual ou em grupo, se é genérico ou específico, entre outras características.

Para evitar esse erro, avalie qual é o formato e a modalidade que mais se adequam ao seu perfil, às suas necessidades e às suas preferências. 

Por exemplo, se você tem uma rotina flexível e gosta de interagir com os professores e os colegas, um curso presencial ou online ao vivo pode ser uma boa opção.

Por outro lado, se você tem uma rotina rígida e gosta de estudar no seu próprio tempo e ritmo, um curso online gravado pode ser mais indicado. 

Além disso, se você tem um objetivo específico, como passar em um determinado concurso, um curso específico pode ser mais vantajoso do que um curso genérico.

[Publicidade]


Erro 5: Não avaliar o custo-benefício do curso

Um quinto erro que você deve evitar é escolher um curso preparatório sem avaliar o custo-benefício que ele oferece. 

Você precisa saber se o curso vale o investimento que você vai fazer, considerando não apenas o preço, mas também a qualidade e os benefícios que ele proporciona.

Para evitar esse erro, faça uma pesquisa de mercado e compare os preços e as condições de pagamento dos diferentes cursos. 

Mas não se baseie apenas no valor, pois nem sempre o curso mais barato é o melhor. 

Analise também o que o curso oferece em termos de conteúdo, professores, estrutura, tecnologia, suporte, material, etc.

Além disso, verifique se o curso oferece algum diferencial, como garantia de satisfação, acesso ilimitado, atualização gratuita, bônus, descontos, etc. 

Assim, você poderá escolher o curso que tem o melhor custo-benefício para você.

[Publicidade]


Erro 6: Não experimentar o curso antes de comprar

Um sexto erro que você deve evitar é escolher um curso preparatório sem experimentar o curso antes de comprar. 

Você precisa saber se o curso atende às suas expectativas e se você se adapta ao curso antes de fazer um compromisso financeiro.

Para evitar esse erro, aproveite as oportunidades de testar o curso gratuitamente ou com um preço simbólico. 

Muitos cursos oferecem aulas gratuitas, degustação, períodos de teste, planos de assinatura, etc. 

Essas são formas de você conhecer o curso por dentro e ver se ele realmente é o que você procura.

Além disso, verifique se o curso oferece alguma garantia de satisfação ou de devolução do dinheiro. 

Assim, você poderá cancelar o curso e pedir o reembolso caso não fique satisfeito com o produto ou serviço.

[Publicidade]


Erro 7: Não buscar orientação profissional

Um sétimo e último erro que você deve evitar é escolher um curso preparatório sem buscar orientação profissional. 

Você precisa saber se o curso é adequado para o seu perfil, para o seu objetivo e para o seu nível de conhecimento.

Para evitar esse erro, procure a ajuda de um profissional especializado em preparação para concursos, como um coach, um mentor ou um consultor. 

Esse profissional pode fazer uma análise do seu caso e indicar o curso mais apropriado para você.

Além disso, você pode contar com o auxílio de um orientador pedagógico ou de um tutor do próprio curso, que pode tirar suas dúvidas, dar dicas, fazer sugestões e acompanhar seu desempenho.

[Publicidade]


Conclusão

Escolher um curso preparatório para concursos públicos é uma decisão importante, que pode influenciar diretamente no seu sucesso. 

Por isso, é preciso evitar os erros mais comuns que os candidatos cometem na hora de fazer essa escolha.

Neste artigo, você viu quais são esses erros e como evitá-los. 

Agora, você está mais preparado para escolher o curso que mais se encaixa nas suas necessidades, objetivos e preferências.

Lembre-se de que o curso preparatório é apenas uma ferramenta para auxiliar o seu estudo. 

O que realmente faz a diferença é a sua dedicação, persistência e disciplina. 

Portanto, não desista do seu sonho e continue se esforçando para alcançar a sua aprovação!

[Publicidade]


FAQ Rápido

Como escolher um bom cursinho para concurso? 

Você deve considerar alguns fatores, como a credibilidade da instituição, a qualificação dos professores, a abrangência e a atualização do conteúdo, a modalidade e o formato do curso, o valor e as vantagens, a chance de testar o curso antes de adquirir e o acompanhamento profissional disponível .

É possível passar em concurso público sem fazer cursinho? 

Sim, é possível passar em concurso público sem fazer cursinho, se você tiver foco, planejamento e bons recursos de estudo. Você pode utilizar ferramentas como videoaulas, PDFs, questões de provas anteriores, mapas mentais, flashcards, resumos, etc. Você também pode buscar apoio em amigos, familiares ou profissionais especializados .

Como Gabaritar prova de concurso público? 

Para gabaritar prova de concurso público, você deve estudar muito, seguindo um cronograma baseado no edital, alternando a matéria nova com revisões, fazendo simulados e exercícios, usando técnicas de memorização, como mnemônicos, e tendo uma boa preparação física e emocional. Você também deve conhecer a banca organizadora, o estilo e o nível de dificuldade das questões, e ter uma estratégia de resolução da prova, priorizando as questões mais fáceis e as matérias mais importantes .

Qual é o concurso público mais fácil de passar? 

Não há um concurso público mais fácil de passar, pois todos requerem dedicação e esforço dos candidatos. No entanto, existem alguns concursos que podem ser considerados menos disputados, como os que oferecem vagas temporárias, os que são de órgãos menos conhecidos, os que são para cadastro de reserva, os que são municipais ou os que são policiais. Esses concursos podem ter uma demanda menor de candidatos, uma exigência menor de qualificação ou uma restrição maior de requisitos .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *