Pular para o conteúdo

Técnicas de Estudo para Concursos Públicos: Aprenda com o Prof. Pier Como Estudar com Inteligência e Aumentar as Suas Chances de Aprovação

Você sonha em passar em um concurso público e conquistar a tão desejada estabilidade, remuneração e reconhecimento profissional? 

Se sim, você sabe que precisa se preparar muito bem para enfrentar a concorrência e as exigências das provas.

Mas como estudar de forma eficiente e eficaz para concursos públicos? 

Quais são as melhores técnicas de estudo para aprender e memorizar o conteúdo? 

Como planejar, organizar, revisar e aplicar o seu conhecimento?

Neste artigo, você vai aprender as respostas para essas perguntas, com a ajuda de um dos maiores especialistas em neuroaprendizagem do Brasil: o professor Pierluigi Piazzi, mais conhecido como Prof. Pier.

O Prof. Pier foi um renomado professor de informática, matemática e física, que lecionou em diversas instituições de ensino, como USP, UNICAMP, ITA, IME, entre outras. 

Ele também foi um dos pioneiros no ensino de inteligência artificial no Brasil, e um estudioso das neurociências aplicadas à educação.

Em seus livros, palestras e vídeos, o Prof. Pier ensinou milhares de estudantes e concurseiros a estudar com inteligência, ou seja, de acordo com as características e as necessidades do cérebro humano.

Neste artigo, você vai conhecer as principais técnicas de estudo que o Prof. Pier recomendava para os concurseiros, e como elas podem ajudar você a aumentar as suas chances de aprovação. 

Vamos lá?

[Publicidade]


Como Estudar com Inteligência para Concursos Públicos

O Prof. Pier afirmava que a maioria dos estudantes não sabe estudar de forma eficiente, pois utiliza métodos incompatíveis com o funcionamento do cérebro. 

Por isso, ele propunha uma mudança de paradigma, que ele chamava de “estudar com inteligência”.

Estudar com inteligência significa estudar de acordo com as características e as necessidades do cérebro, respeitando o seu ritmo, o seu potencial e as suas limitações. 

Estudar com inteligência envolve planejar, organizar, revisar, exercitar e aplicar os conhecimentos adquiridos, de forma a consolidar as informações na memória de longo prazo e facilitar o seu resgate na hora da prova.

Para estudar com inteligência, o Prof. Pier recomendava as seguintes técnicas de estudo.

Fazer Pseudocolas

Fazer pseudocolas consiste em escrever em um papel as principais informações que você precisa lembrar, sem consultar o material de estudo. 

Depois, você confere se acertou tudo e corrige os erros. Isso ajuda a fixar o conteúdo na memória e a identificar as lacunas no seu conhecimento.

O Prof. Pier explicava que essa técnica estimula o cérebro a buscar as informações na memória, fortalecendo as conexões neurais e aumentando a retenção. 

Além disso, essa técnica permite que você revise o conteúdo de forma ativa e autônoma, sem depender de livros, apostilas ou cursos.

Artigos Relacionados

Inteligência em Concursos – Prof Pier

Driblar o Esquecimento

Driblar o esquecimento consiste em revisar o conteúdo estudado em intervalos regulares, de acordo com a curva do esquecimento. 

Essa curva mostra que a nossa memória se deteriora com o tempo, a menos que façamos revisões periódicas.

O Prof. Pier sugeria revisar o conteúdo no mesmo dia, no dia seguinte, uma semana depois, um mês depois e seis meses depois. 

Essa frequência de revisão evita que o conteúdo se perca na memória, e garante que ele esteja disponível na hora da prova.

Ler com Atenção

Ler com atenção consiste em ler o texto com foco e concentração, evitando distrações e interrupções. 

O Prof. Pier recomendava ler o texto pelo menos duas vezes: uma para ter uma visão geral e outra para aprofundar os detalhes. 

Além disso, ele sugeria fazer perguntas sobre o texto, como o que, quem, como, quando, onde e por quê, para estimular o pensamento crítico e a compreensão.

O Prof. Pier explicava que essa técnica favorece a assimilação e a interpretação do texto, e evita a leitura superficial e mecânica, que não gera aprendizado. 

Ele também alertava para evitar a leitura em voz alta, pois isso reduz a velocidade e a qualidade da leitura.

Fazer Resumos

Fazer resumos consiste em sintetizar o conteúdo estudado em um texto curto, usando as suas próprias palavras. 

O Prof. Pier aconselhava usar frases curtas, simples e claras, e destacar as ideias principais, os conceitos-chave e os exemplos relevantes. 

O resumo ajuda a organizar o conteúdo, a facilitar a revisão e a verificar se você entendeu o que estudou.

O Prof. Pier esclarecia que essa técnica estimula o cérebro a processar e a reorganizar as informações, favorecendo a compreensão e a memorização. 

Ele também enfatizava a importância de fazer os resumos com as suas próprias palavras, pois isso demonstra que você realmente aprendeu o conteúdo, e não apenas o copiou.

Resolver Questões e Simulados

Resolver questões e simulados consiste em testar o seu conhecimento e o seu desempenho por meio de exercícios e provas anteriores. 

O Prof. Pier recomendava resolver as questões com tempo limitado, sem consultar o material de estudo, e depois conferir as respostas e os comentários. 

Isso ajuda a avaliar o seu nível de aprendizagem, a identificar os seus pontos fortes e fracos, e a se familiarizar com o formato e o estilo das provas.

O Prof. Pier afirmava que essa técnica é essencial para consolidar o conhecimento e desenvolver a habilidade de resolver problemas. 

Ele também orientava a resolver questões de diferentes bancas, níveis e áreas, para ampliar o seu repertório e a sua capacidade de raciocínio.

Adquira Agora o Livro: Inteligência em Concursos – Prof Pier

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu as principais técnicas de estudo para concursos públicos, com a ajuda do Prof. Pier, um dos maiores especialistas em neuroaprendizagem do Brasil. 

Você viu como estudar com inteligência, ou seja, de acordo com as características e as necessidades do seu cérebro, e como isso pode aumentar as suas chances de aprovação.

Agora, é hora de colocar em prática o que você aprendeu, e começar a estudar com inteligência para concursos públicos. 

Lembre-se de que o sucesso depende do seu esforço, da sua persistência e da sua confiança.

Se você quiser saber mais sobre as técnicas de estudo do Prof. Pier, você pode ler o seu livro “Inteligência em Concursos – Prof Pier“, onde ele explica com mais detalhes e exemplos como estudar com inteligência para concursos públicos. 

Você pode comprar o livro clicando aqui, onde você também pode encontrar mais informações, depoimentos e outros produtos relacionados ao tema.

Espero que este artigo tenha sido útil para você, e que ele te ajude a alcançar os seus objetivos. 

Se você gostou, compartilhe com os seus amigos, e deixe o seu comentário abaixo. 

Obrigado pela sua atenção e até a próxima. 

[Publicidade]

FAQ Rápido

O que são técnicas de estudo para concursos públicos?

Técnicas de estudo para concursos públicos incluem a criação de um cronograma, a prática de resolução de questões, a revisão constante e o uso de material específico para o exame. Organização, disciplina e foco são fundamentais.

Quais são as vantagens de usar técnicas de estudo para concursos públicos?

O uso de técnicas de estudo para concursos públicos oferece vantagens como melhor retenção de informações, otimização do tempo de estudo, aumento da concentração, desenvolvimento de habilidades de resolução de questões e maior confiança durante a preparação. Essas práticas estruturadas aumentam as chances de sucesso no exame.

Como escolher as técnicas de estudo mais adequadas para o seu perfil e objetivo?

Escolher técnicas de estudo adequadas envolve avaliar seu estilo de aprendizado, preferências pessoais e o formato do concurso. Experimente diferentes métodos, como mapas mentais, resumos, estudo em grupo ou isolado, e observe o que funciona melhor para você. Ajuste conforme necessário para atender às demandas específicas do concurso em questão.

Quais são as principais técnicas de estudo recomendadas pelos especialistas em concursos públicos?

Especialistas em concursos públicos frequentemente recomendam técnicas como a elaboração de cronogramas de estudo, a resolução regular de questões anteriores, a utilização de material específico para o concurso, a revisão sistemática, a prática de simulados e a busca por orientação de professores ou mentores. A combinação dessas abordagens pode ser eficaz para uma preparação sólida.

Como aplicar as técnicas de estudo na sua rotina de estudos?

Para aplicar as técnicas de estudo, comece criando um cronograma realista, distribuindo o tempo de forma equilibrada. Reserve períodos para leitura, prática de questões, revisões e simulados. Mantenha-se disciplinado, evitando distrações, e ajuste o plano conforme necessário. Adapte as técnicas de acordo com sua preferência e avalie regularmente o progresso para fazer melhorias.

Como avaliar os resultados das técnicas de estudo no seu aprendizado e desempenho?

Avaliar os resultados das técnicas de estudo envolve monitorar seu desempenho em simulados, revisões e avaliações práticas. Observe se há melhoria na retenção de informações, na resolução de questões e no tempo de estudo. Esteja atento aos tópicos em que há dificuldades e ajuste sua abordagem de estudo. Além disso, obtenha feedback de professores ou colegas, e adapte suas estratégias conforme necessário.

Como adaptar as técnicas de estudo de acordo com as características e exigências das provas de concursos públicos?

Adaptar as técnicas de estudo para concursos envolve considerar o formato da prova, os tipos de questões e os temas recorrentes. Utilize material específico para o concurso, foque nos temas mais cobrados e ajuste seu plano de estudos de acordo com o peso de cada disciplina. Pratique com questões anteriores para se familiarizar com o estilo da prova e faça ajustes contínuos em sua preparação com base nos feedbacks obtidos durante os estudos.

Como combinar as técnicas de estudo com outras estratégias de preparação para concursos públicos, como cursos, materiais, simulados, etc.?

Combine as técnicas de estudo com cursos, materiais e simulados de forma integrada. Utilize cursos para adquirir conhecimentos estruturados, materiais específicos para aprofundamento, e simulados para aplicar os conceitos em ambiente semelhante ao da prova. Mantenha um equilíbrio entre teoria e prática, ajustando seu plano conforme necessário com base no desempenho em simulados e feedbacks de cursos. Essa abordagem holística fortalece sua preparação para concursos públicos.

Quais são os erros mais comuns que os concurseiros cometem ao usar as técnicas de estudo para concursos públicos?

Erros comuns incluem a falta de planejamento adequado, negligenciar a prática de questões reais, não revisar regularmente o conteúdo, não adaptar as técnicas conforme necessário e subestimar a importância de simulados. Além disso, a falta de equilíbrio entre teoria e prática pode comprometer a eficácia do estudo. Manter a disciplina, revisar constantemente e ajustar a abordagem são fundamentais para evitar esses equívocos.

Onde encontrar mais informações e recursos sobre as técnicas de estudo para concursos públicos?

Você pode encontrar informações e recursos sobre técnicas de estudo para concursos públicos em livros especializados, plataformas online de preparação, blogs e sites educacionais dedicados a concursos. Além disso, participar de fóruns de discussão, grupos de estudo ou buscar orientação de professores e mentores pode fornecer insights valiosos. Esteja atento a fontes confiáveis e atualizadas para garantir que suas estratégias de estudo estejam alinhadas com as melhores práticas.

<< ANTERIOR | PRÓXIMO >>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *